12 outubro, 2013

12 de Outubro. Feliz Inocência!

Semana da criança é uma delícia, né! Deve haver uma emanação muito boa ao redor, com crianças na expectativa de brinquedos e de brincadeiras, de doces, e de tempo ao lado dos pais!
Em paralelo tem todas os preparativos para a festa da Padroeira, de pessoas emocionadas, que estão com seus corações em oração e gratidão. Adoro estas festas e me emociono junto à saudação da Mãe, tenha a Mãe o nome que tiver.

Outubro também nos lembra da criança que fomos, através de memórias, das fotos na redes sociais, dos alimentos e dos cheiros... viramos um pouquinho crianças de novo revivendo a alegria dessa fase tão boa, tão feliz de inocente!
Podemos estender também nossa generosidade ajudando de alguma maneira, colaborando com a alegria de crianças que infelizmente são obrigadas a deixar a 'inocência' tão bruscamente...

E então hoje peguei um livro e me deparei com a frase "Quando se é feliz consigo mesmo, pode-se ver os outros como inocentes"  (Terry Lynn Taylor) e pensei neste dia (rs... eu nem ia escrever hoje!). 
Inocência...
Inocência é o elo entre crianças e a Grande Mãe, esta que nos inocenta docilmente, talvez aguardando não a nossa inocência (que já o somos em nosso âmago), mas sim a nossa constante felicidade! 
Ser feliz ao invés de estar feliz, que não depende das circunstâncias, mas jorra da Fonte, e então vemos inocência no outro que é refletida de nós mesmos, portanto devemos inocentar a nós mesmos em primeiro lugar. 
Assisti (infelizmente só a alguns capítulos) da série José do Egito, belíssima história bíblica muito bem feita pela Record, e quando o irmão que foi o mais vilão de José desconfia que José o tenha perdoado, José o olha e diz: é preciso que você também se perdoe!
E assim é.... desconfiamos da inocência até que a sejamos também!

Feliz Outubro!



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...