27 dezembro, 2010

O Suficiente

"Todos os objetos do mundo estão ao nosso dispor, mas nem todos os objetos são necessários. Por isso, a importância de compreendermos a diferença entre necessidade e desejo. Desejar e se esquecer do necessário é um grande problema nos dias de hoje. As pessoas acumulam lixo, transgridem as leis da natureza porque não sabem preencher seus vazios existenciais. Ser preenchido com o insignificante é viver numa constante ilusão"  --- Pedro Paulo Monteiro

Vira e mexe, sempre penso no que me é Suficiente. Tenho a sensação de que já nasci assim, mas também aprendi muito observando meus pais. A referência do Suficiente está sempre próxima, no que compro, como, vivo, falo, etc... Tento viver dentro do Suficiente. Sempre que tem coisa demais no armário, não penso em ampliá-lo e sim checar lá dentro o que passou do Suficiente, abro espaços e dá um sensação de alívio gratificante.

Sim, tô começando a palavra Suficiente em maiúscula, palavra bonita !
Confesso que comer é o mais complicado em certas fases, em que me dou algum direito de passar do Suficiente... Também tem atos, falas, que dão a sensação de que não chegaram ao Suficiente... e isso é um pouco esquisito. Bem, esquisito porque na verdade é questão de observar, pois se algo está aquém do Suficiente, suprimos isso de alguma maneira... e vamos equilibrando sem analisar em dar energia para suprir o que é necessário, mas suprimos a falta do que nos seja Suficiente. Meio chiclete pode lhe ser o Suficiente, enquanto o meu pode ser de 2 chicletes de uma vez... Mas a medida do Suficiente não é tão desigual como parece, mas sim a maneira como preenchemos essas lacunas é que são.......

Caminhos


O perfume, o silêncio, a sombra... Os ninhos
Emudecem... E temos, sonhadores,
A humildade das ervas nos caminhos
E uma inocência de anjos entre as flores.

Olavo Bilac


16 dezembro, 2010

O Caminho dos Magos

A história dos Reis Magos ao encontro do Rei dos reis é linda e significativa.

Na Bíblia não há referência de que eram os Magos, reis. É provável que não, mas sim que eram sábios e conhecedores da arte da Astrologia. Quantos eram também não é citado, mas a referência a três deu-se muito em função das oferendas. Desse ato dos Magos, originou-se dar presentes no Natal. 
O encontro é todo muito simbólico: sabem da profecia, observam o céu noturno e seguem o sinal /a estrela, onde sob a mesma estaria o Rei nascido. Ao encontrarem o menino Jesus, abrem seus "cofres" e ofertam de acordo com os símbolos usados na época :
  • Ouro - realeza, pureza, presente aos reis.
  • Olíbano - ligação com a divindade, presente aos sacerdotes.
  • Mirra - superação aos sofrimentos/amarguras (aspecto da humanidade), presente aos profetas.
Portanto, para encontrar, homenagear e adorar - o que significa render bençãos e se colocar em profundo estado de entrega - por isso temos o hábito físico de ajoelhar (deixar-se cair), abaixar a cabeça, ou seja, nossa coroa que imaginariamente horizontaliza e se põe a servir - siga a qualquer momento os passos dos Magos:
  • Contemple - olhe, não pense, observe. Contemple o "Céu"... observe a essência de tudo.
  • Oriente-se pela luz - siga o sinal do coração, dos sentimentos, da luz maior que desponta em meio a escuridão.
  • Ame - abra o "cofre", o coração; e renda homenagem: 
  • Ofereça - estenda seus melhores tesouros:  realeza, pureza, divindade, superação, essência, acolhimento/amor.
E que ao exemplo deste caminho, tenham a magia de sempre a cada dia, estarem presentes no Nascer !
Abraços essenciais a clientes, seguidores deste blog e amigos.


***

15 dezembro, 2010

Simon's Cat

Esses gatinhos !
Quem tem vai reconhecer e dar muita risada, e ver que eles só mudam é mesmo de endereço !
Aproveite para ver outros vídeos do gato do Simon - o Cat Men Do e o Let Me In, tb são ótimos.

Vazio e Pleno



Mas o vazio tem o valor e a semelhança do pleno. Um meio de obter é não procurar, um meio de ter é o de não pedir e somente acreditar que o silêncio que eu creio em mim é a resposta a meu - a meu mistério.

Clarice Lispector



11 dezembro, 2010

A História dos Cosméticos

Esse vídeo é um alerta sobre o quanto estamos nos contaminando na era "moderna". Já vi pais permitindo crianças pintarem as unhas, passar batom e até pintarem os cabelos ou os submeterem à química ! Acredito que seja desinformação, mas depois desse vídeo........Serve para alertar e repensar escolhas.

Difícil ser 100% , mas vamos ter cautela nas escolhas, priorizar escolhas naturais e sua preservação, e sobretudo buscar informação. Leiam os rótulos e cautela com os óleos minerais. Além da nossa própria contaminação, tudo vai para o ralo e dá sequência... e a indústria de cosméticos só cresce ! 

Disconnect to connect

10 dezembro, 2010

Natureza

Ao caminhar ou descansar em meio à natureza, respeite esse reino deixando-se estar totalmente nele. Pare e fique em silêncio. Olhe. Ouça. Veja como cada planta e cada animal são completos em si mesmos. Ao contrário dos seres humanos, eles não se dividem. Não precisam afirmar-se criando imagens de si mesmos, e por isso não precisam se preocupar em proteger e realçar essas imagens. O esquilo é ele mesmo. A rosa é ela mesma.


Tudo na natureza é um e, ao mesmo tempo, é um com o todo. Nenhum elemento se afastou do todo em busca de uma existência separada: "eu" e o resto do universo.


Contemplar a natureza pode libertar você desse "eu", que é o grande causador de problemas.


Preste atenção nos inúmeros pequenos sons da natureza: o farfalhar das folhas ao vento, os pingos da chuva, o zumbido de um inseto, o primeiro trinar de um pássaro no alvorecer. Dedique-se inteiramente ao ato de ouvir. Para além dos sons existe algo maior: um sentido de sagrado que não pode ser entendido através do pensamento.
Eckhart Tolle

06 dezembro, 2010

Cheiro de Natal


Natal chegando, e os aromas dessa época marcam nossa memória, sentenciando nosso sentimento em ondas que evocam imagens e sensações... 

"O olfato é um sentido que assimila o silêncio. Ele capta a situação e a incorpora sem palavras, parecendo intuição. Por isso, o Natal se configurou de modo especial para mim. O cheiro característico da época toma os meus pulmões e me direciona imediatamente a um espaço sagrado, um refúgio que proporciona a renovação de minhas esperanças. Sou fortalecido pelo cheiro que se transforma em oração. Sou envolvido por nuvens voláteis que confirmam a minha passagem pela vida" 

(por Pedro Paulo Monteiro em O Cheiro de Natal no livro A Mente e o Significado da Vida.)

03 dezembro, 2010

Trechos aromáticos

"Em toda a história, as sociedades de diferentes culturas utilizaram as plantas para fins terapêuticos. A Aromaterapia, por exemplo, se fundamenta nos princípios ativos dos óleos essenciais para tratar as pessoas. Ela deflagra emoções liberando tensões musculares antigas. Sabemos que o medo e o sofrimento são sentidos quando somos ameaçados. A emoção reprimida é memorizada pelos músculos impedindo a pessoa de agir livremente. A Aromaterapia é um método que promove o bem-estar, restaurando a saúde. Por meio dela, é possível auxiliar as pessoas a seguirem em frente, que se sentem impedidas por seus cordões de isolamento."
.
.
"O olfato é um sentimento ligado aos nossos sentimentos, aos nossos pontos de vista"
.
.
"O olfato é um sentido que assimila em silêncio. Ele capta a situação e a incorpora sem palavras, parecendo intuição"
.
.
"Sou fortalecido pelo cheiro que se transforma em oração. Sou envolvido por nuvens voláteis que confirmam a minha passagem pela vida"
.
.
Trechos do livro A Mente - e o Significado da Vida,  de Pedro Paulo Monteiro (ed. Gutenberg)

01 dezembro, 2010

Esperança cansa !

Quem espera, algumas vezes alcança, mas sempre cansa !
A gente vive carregando algumas esperanças ou sonhos, que se mesclam a desejos. Aliás, esperanças me parecem muito mais distantes, bem mais espaçosas... que desejos em si...
Esperanças são esperadas quase que todo dia, ou à sombra quando dão, sem muito motivo, inicio a crises, grandes frustrações e dores - que às vezes é só o peso dos personagens, coisas, reconhecimentos e afetos esperados, somado ao cansaço da espera. Não percebemos isso, porque a frustração da espera é muito mais sutil, é só uma gota e quase imperceptível no dia-a-dia, além do que Esperança é uma palavra tão bonita, e seu sentido parece tão comum, tão normal, tão inocente...

Mikhail Naimy em O Livro de Mirdad, aconselhou: "Não deis o coração em casamento à esperança". Em outro trecho consta : "O que demora a vir não merece ser esperado. Deixai que o demorado espere".
Tem que destrinchar para entender e, destrinchar a si próprio para assimilar. 
Veja só, a gente se acostuma a alimentar a esperança ! 
Afinal de alguma forma existe a recíproca que em alimentar, somos também alimentados.Verdade. Mas somos nutridos ? Que alimento é esse que damos e dele nos introjetamos ? O segredo para romper com este e outros vícios pode estar nessas respostas.
Viver na esperança é também viver de ansiedade, pois vive-se de futuro, um tempo sem tempo, já que nele não estamos. Como para se fazer pensar versou Guimarães Rosa : "a vida está toda no futuro"!

Mas a gente espera o que certo é ? Não. Porque na certeza e na confiança estamos não fora, mas dentro colocados e inteiros, e por isso não se espera pelo que já se tem ! ". E paradoxalmente... Ao que tem lhe será dado... (Mt 25).
Você espera estar num cômodo de parede e teto branco, se você já está nele ?

.  
"O que vier a vós é vosso. O que demora a vir não merece ser esperado. Deixai que o demorado espere". Inverta a situação, que "o demorado espere". Deixai que as ilusões contidas na esperança, esperem. Liberte-se, rendendo-se das esperanças. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...