23 agosto, 2010

Diluição de Óleos Essenciais, para Massagem


por Milene Siqueira



É em óleo vegetal (óleos graxos) que se diluem os óleos essenciais (oes) para massagem em grandes áreas da pele, pois são eles que fazem o papel de condutor - são os carreadores (também chamado carregadores). Os óleos vegetais também tem particularidades e diferentes graus de penetração na pele, definidos pela densidade do óleo (peso molecular). 

Alternativas como a diluição em creme ou gel, também são válidas para casos específicos e em áreas menores.


Para calcular a diluição, o primeiro a saber é que 1 ml de óleo essencial contém de 20 a 25 gotas dependendo da cânula - o gotejador/contador de gotas utilizado. Para o tipo de gotejador mais usado nos frascos de oes, consideramos que 1 ml equivale a 22 gotas. Observe também que viscosidades diferentes de oes (um patchouli e uma laranja, por exemplo) irão apresentar diferença desta contagem mesmo que se utilize o mesmo tipo de gotejador.

Pode ser feita uma análise minuciosa sobre a utilização para massagem em cada pessoa - além da porcentagem de diluição dos óleos -, os carreadores e óleos essenciais mais adequados, biotipo, tipo de pele, resultados esperados, tipo de massagem, local da aplicação, melhor uso aliado à rotina, preferências olfativas e de texturas de óleos vegetais, e outros fatores particulares a se levar em conta. Porém o uso simples de sinergias indicadas também tem resultados muito positivos, sem a necessidade de tantos detalhes pessoais.

Quanto as diluições, de modo geral:


  • Diluição a 1% - utilizadas para óleos com intensidade olfativa forte. Ou para óleos muito caros, como rosas, jasmim, néroli, melissa, sândalo, etc. Essa diluição também serve para crianças pequenas. (50ml= 11 gotas)

  • Diluição a 2% - usadas para peles sensíveis com tendência alérgica. Também para crianças e idosos mais sensíveis. (50ml= 22 gotas)

  • Diluição a 3% - a porcentagem mais comum e mais utilizada, serve à adultos em geral. (50ml=33 gotas)

  • Diluição a 4 ou 5% - para óleos com nota olfativa pouco intensa e para dores, inflamações. (5%=50ml=55 gotas)

Acima de 5%, requer um melhor conhecimento da ação dos óleos essenciais, e em maior porcentagem já não se destinam à massagem.

Óleos muito fortes como oes de especiarias (canela, cravo, cardamomo, noz-moscada, etc) devem ser usados com cautela, adicione os em gotas, bem abaixo de 1%. Hortelãs e óleos cânforados, também devem ser adicionados aos poucos. Para suas manipulações, use não mais que 3 oes diferentes, mais oes irão requer porcentagens de cada um menor no total, e um entendimento sinergético de químicas mais amplo.

Calculando : 3% para 100ml de óleo vegetal = 3ml - ou 66 gotas (22x3) de oe. Para uma colher de sopa de óleo vegetal representará de 5 a 6 gotas de oe.
No mais, aplique a regra de 3, que serve para cálculos onde se tem o resultado da conta abaixo de 1 ml. Por exemplo: 20ml a 2% = 0,4 ml. Para saber quantas gotas há em 0,4ml, multiplique 22 (qtde de gotas para 1ml) x 0,4(ml) e (!) divida por 1(ml) = 8,8 = 9 gotas.

Não manipule grandes quantidades de óleos para massagem. Prefira manipular uma quantidade menor, para uso em menor tempo, 30 a 50ml, por exemplo.

Não esqueça de ler sobre as indicações e precauções dos óleos essenciais escolhidos. 
E boa alquimia !




*

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...